Lorette Fonseca – uma imigrante solidária portuguesa.

Como é sabido a internet é, entre outras coisas positivas e negativas, uma fonte de conhecimento e por vezes descobre-se historias curiosas e pessoas interessantes que pela sua obra enriquecem ou enriqueceram a sociedade onde viveram. Mesmo que muitas delas nao tenham o reconhecimento que mereciam ou permanecem desconhecidas. Esta semana descobri a historia de Lorette (Loreta em português) Fonseca.

Nasceu em 1936 e morreu em 2001 e no inicio dos anos 70 tornou-se a porta-voz dos portugueses dos bidonvilles (bairros de lata ao redor de Paris) ocupando as capas dos jornais pelo seu combate solidário.

No final dos anos 60 ela instala-se num imenso bairro de lata em Massy com o seu marido Carlos e os seus cinco filhos. O seu marido, operário civil, dava cursos de alfabetização aos portugueses que habitavam essas barracas enquanto ela ajudava-os na parte administrativa. Em 1971 quando o primeiro-ministro Jacques Chaban-Delmas lança uma vasta operação de destruição dos bidonvilles à volta da região parisiense, um movimento de contestação nasce no bidonville de Massy. Se as barracas da rua de Chilly sao salvas da destruição (desaparecerão em 1977) o Estado leva a mal a sua porta voz, Lorette Fonseca e os dois portugueses sao então vistos como esquerdistas e agitadores.

Lorette é então ameaçada de expulsão para Portugal em plena ditadura mas graças à pressão popular, a uma petição, a um comité de apoio e a manifestações, a prefeitura de Essonne renuncia a essa ameaça embora a vigie de muito perto. Após a revolução dos cravos ela prefere ficar em França com a família. E isto apesar de a decisão de expulsão ao seu encontro so ter sido levantada em 1981 com a eleição de Miterrand para a presidência da república.

Em homenagem à sua luta pelos emigrantes e também em sua memória, a localidade de Massy decidiu dar o nome de Lorette Fonseca à ala principal do parque George Brassens.

Agora que se fala tanto no regresso do populismo fascista através da ameaça Le Pen e quando se vê, infelizmente, vários portugueses a darem o seu apoio à candidata da extrema-direita, é bom que historias como esta sejam divulgadas e lembrem que mesmo os portugueses podem ser ameaçados de expulsão ou mesmo expulsos  sendo que nenhum imigrante esta a salvo. Além de que serve também para mostrar que ha portugueses (e nao sao poucos) que compreendem o sentido da solidariedade, principalmente em épocas e situações difíceis. Lorette Fonseca percebia bem o que era isso e ajudou , com o seu marido, o mais possível os seus conterrâneos; sendo por isso admirada e respeitada pela sua comunidade.

A seguir pode ver um vídeo sobre a sua história. Infelizmente não consegui encontrar nenhum em português, sendo que este é na língua francesa. Sinal de que em Portugal continua a ser uma figura mal conhecida.

Fontes: Le Parisien e Lorette Fonseca héroïne de l’immigration portugaise/LUSITANIE

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s