Mário Soares – polémico mas importante para a democracia.

 

 

20090617003620_mario_soares_hq      Ja muito se escreveu sobre Mário Soares desde que se soube da sua morte. Por isso perguntei-me se valia a pena eu gastar o meu tempo com mais um texto sobre ele. Ainda por cima sabendo eu que no meio de tantos outros artigos, o meio seria mais um, com forte probabilidade de nao ter a recepção que gostaria. Mas depois pensei que tinha a obrigação moral de o fazer. Num blog dedicado, entre outros temas, a Portugal e à Europa, nao falar de Mário Soares é impensável. E começo por dizer que o antigo presidente da República nunca foi para mim uma figura consensual. Nem sequer estava e nunca esteve na minha lista de personalidades preferidas. Apesar disso e tal como milhares de portugueses, é impossível ignorar-lo. Antes de eu nascer, já ele andava na política, durante quase toda a minha vida, ele andou na ribalta da política e quase até à sua despedida andava sempre no centro das atenções, mesmo quando ja nao tinha o papel preponderante de outrora. Por isso, como ignorar-lo? Era e é impensável. Tanto mais que o seu nome já esta na História de Portugal. E se assim é, é porque ele teve uma vida cheia e uma presença marcante em alguns dos principais acontecimentos da vida portuguesa do final do século XX. A oposição ao Estado Novo, o ter sido advogado da família Delgado no caso do crime onde morreram o general Humberto e a sua secretária, o exílio e a prisão, a descolonização (tao envolta em polémica), o regresso a Portugal no comboio da liberdade e com Álvaro Cunhal, a entrada na CEE (agora UE) e os seus mandatos como presidente da República sao marcos imprescindíveis da nossa História, por vezes de forma positiva e outras nem tanto.

Pessoalmente considero que o papel mais importante de Mário Soares foi na luta pela democracia e pela liberdade, principalmente pelo facto de tanto ter lutado contra a ditadura de direita que esteve no poder até 1974 e depois por ter impedido que uma ditadura de esquerda chegasse ao poder como se chegou a perfilar nesse tempo pós-revolução. Mário Soares teve ai um bom senso de grande alcance social e político e é graças a ele que Portugal nao é hoje uma Cuba. Mário Soares foi assim um lutador contra os extremismos, algo que apoio e sempre apoiarei. Mas ele também foi um europeista e defensor do projecto europeu e ai esta algo do qual também fui sempre um apoiante. Penso que tal como eu, ele tera concluído que uma Europa dividida em nacionalismos seria e é um passo para o fim dela. Claro que a Europa foi mudando e a de agora já é um pouco diferente daquela de 1985, mas isso deve-se à falta de reforma tao necessária, principalmente nos tempos que correm (mas isso é conversa para uma outra altura).

Depois houve outros momentos que nao gostei tanto. Em 1986, numa altura em que até na escola primária se discutia política eu era pelo Freitas do Amaral nas eleições presidenciais desse ano. Sem duvida um dos momentos mais altos e excitantes na vida política portuguesa. Ja agora outro grande momento foi o histórico debate entre Soares e Cunhal, o qual vi ha pouco e que faz parecer os actuais políticos uns aprendizes. Depois também nao gostei muito dos seus mandatos como presidente, principalmente o segundo onde actuou sempre mais como um opositor ao governo de Cavaco Silva do que como presidente da Republica. E claro houve outros pequenos papeis e atitudes que nao vale a pena referir aqui mas que mostraram que Soares era como todos nós um ser humano com as suas qualidades e defeitos. E muito disso deve-se ao facto de que ele era um verdadeiro animal político com tudo o que isso tem de positivo e negativo.

E por isso Mário Soares nunca foi uma figura consensual, sendo até um pouco polémica. Mas essa sua maneira de ser deve-se ao facto de nunca ter cedido a pressões e ter a coragem de seguir o seu caminho. Muitas vezes discordei desse caminho mas noutras reconheço o seu papel fundamental, principalmente as suas lutas contra o fascismo e o comunismo e por conseguinte a defesa da democracia e da liberdade, incluindo a de expressar, como faço com este testemunho.
E por isso digo, obrigado e até sempre!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s