O perigo da propaganda islamita.

Vi ontem o máximo expoente da crueldade psicótica num video do Estado Islâmico. A cada video que fazem, esmeram-se para ultrapassarem o limite precedente de violência e desta vez conseguiram de forma abrupta. Mas o que mais me preocupa nao é tanto a violência mas o profissionalismo propagandistico com que é feito. Nada é feito ao acaso. Tudo é feito ao pormenor e com o máximo de detalhe para que por um lado sirva de propaganda e apelo a novos recrutas e por outro sirva como um aviso a inimigos que os queiram combater. E isto acontece em todos os vídeos. O profissionalismo com que sao feitos, faz-me mesmo pensar se nao serão outros, que nao pessoas do EI, que os fazem. O video de ontem, por exemplo começa com imagens de vitimas da guerra no Iraque ou na Síria. Ele é em árabe mas mesmo sem perceber a língua, percebe-se logo que essas imagens estão la para justificar toda a violência que vem a seguir. Isto é, ela nao é mais do que o castigo vingativo e por isso tem razão de existir. Pelo menos é isso que eles pretendem mostrar. Nesse contexto, querem-se mostrar como justiceiros e verdadeiros protectores da população. A seguir mostram grupos de prisioneiros a falarem para as câmaras antes da execução dos castigos. Ao que parece foram capturados com a acusação de serem espiões para o exercito iraquiano. E depois vem aquela parte que so pela discrição, da para perguntar se é mesmo verdade. Infelizmente foi mesmo e mostra até que ponto o EI é formado por psicopatas. O video mostra a execução de três grupos. O 1° é metido num carro e um rocket é disparado contra ele. O 2° é metido numa jaula e esta é descida numa piscina, até os prisioneiros morrerem por afogamento. Aqui o EI até vai ao pormenor de meter câmaras de filmar submarinas para os mostrar a tentarem sair da jaula. Aos prisioneiros do 3° grupo sao metidos colares explosivos à volta do pescoço. No final e como seria de esperar todos morrem sendo que algumas cabeças saltam como rolhas de champanhe. Aqui para destacarem a crueldade até voltam a imagem atras e repetem a cena.
Tudo isto faz-me pensar, primeiro, em que o EI é um grupo extremamente perigoso porque usam ao mesmo tempo uma violência inaudita e nao sao um grupo de doidos no que à metodologia se refere, porque quanto à ideologia, já todos sabemos que o sao e sabem muito bem o que querem e como o atingir. Ora isto é uma mistura ameaçadora. Depois faz-me pensar como é possível que jovens se deixam influenciar por vídeos tao violentos e aqui penso que a culpa é também das teorias da conspiração que aparecem por vezes na internet, partilhadas por polemistas que mais nao fazem do que criar mentiras e desvirtuar a realidade. Ora muitas dessas mentiras têm como alvos os mesmos inimigos que os radicais islâmicos combatem o que faz com que os jovens sintam que afinal grupos como o EI estão a lutar por uma causa justa. Isto faz-me concluir que a guerra na internet, nao sendo tao visível, pode ser muito mais prejudicial e perigosa para a causa da paz. E por isso esta mais do que visto que combater os radicais apenas no terreno nao basta. Infelizmente, o EI parece estar muito mais avançado em propaganda online do que o mundo livre. Os que acreditam na democracia e nos direitos humanos nao podem so usar meios bélicos como meio de combater o inimigo mas na internet devem responder à violência com a insistência nesses valores que todos nos defendemos. Vivemos uma luta sem tréguas contra o radicalismo inumano e irracional que tenta impor a sua visão ao mundo. Apesar de toda a ameaça que representam, vao acabar por serem derrotados. E muito provavelmente vao ser eles a provocarem a sua propria perda!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s