Herberto Helder (1930-2015): Pequeno tributo ao poeta obscuro!

     

         Antes de mais devo dizer que este artigo vem com 2 semanas de atraso. De facto soube apenas hoje que no passado dia 23 de março tinha morrido um dos maiores poetas portugueses de sempre (para alguns comparável a Fernando Pessoa), Herberto Helder. Fiquei surpreendido porque habitualmente nao costumo perder noticias destas, ainda para mais de pessoas que admiro, como neste caso. Lembro-me de facto que o nome dele tinha aparecido de forma repetida nas noticias nos últimos tempos mas nao me lembro de ver a palavra morte associada a essas noticias. Talvez  tivesse sido numa altura em que me preparava para viajar e por isso nao estive muito atento às noticias ou entao a noticia nao teve o destaque que merecia.
          Era raro aparecer em publico. Extremamente raro. Vivia numa reclusão que contrastava com a riqueza do seu mundo poético e talvez por isso o seu nome era e é sempre considerado como dos maiores da nossa literatura mas também havia muita gente que nao o conhecia. Agora esse nome e a sua obra vao ficar para sempre nos anais da nossa literatura, já de si riquíssima no seu valor e variedade!

Noticia da morte de Herberto Helder no jornal Publico. 

(Foto: Alfredo Cunha)
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s