Menino sírio salva menina de tiroteio num video falso!

         A cena passa-se aparentemente na Síria e mostra um miúdo a salvar uma miúda de um tiroteio. Mas aquilo que parece ser uma cena de heroísmo nao é mais do que uma cena de ficção filmada em Malta como se pode comprovar nesta noticia “Síria: a verdadeira guerra de um video falso.” Tal como milhares de pessoas também acreditei que o video fosse verdadeiro embora também desconfiei na parte em que as duas crianças fogem dos tiros. Tendo em conta que em determinado momento abrandam, se bem que por poucos segundos, é estranho que snipers experimentados nao as tenham atingido. Seja como for é mais uma prova da falta de escrúpulos que invade a internet onde tudo serve para dar a conhecer o nome (neste caso da pessoa que fez o video) na internet mesmo que para isso se faça proveito do sofrimento em que vivem as crianças sírias. E depois o autor do video diz que é para chamar a atenção desse sofrimento. Exemplo de hipocrisia que abunda na internet com mentiras e manipulação de imagens. Usam-se meios imorais para supostamente fazer o bem e so nao apago este artigo porque as crianças merecem mais respeito porque é um dos conflitos mais mortíferos para elas de que ha memória! De acordo com o Oxford Research Group instalado em Londres mais de 11000 crianças ja morreram desde o inicio do conflito em 2011, 389 com idade inferior a 17 foram assassinadas por snipers e 100 foram torturadas*. Números absurdos que sao a maior prova do absurdo da guerra!
Relatório completo (em inglês)
* Texto editado a 16/11/2014
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s