Brasil: Existe machismo sim mas a sondagem estava errada!

Afinal, resultado da sondagem estava incorreto – Globo – DN

   Pois é. O resultado da sondagem foi amplamente divulgado nos sites de noticias de todo o mundo, foi comentado em blogs, incluindo o meu (ver: “Brasil: O preconceito machista da mini-saia“) e até as mulheres fizeram campanha contra a violação, preocupadas com os resultados aparecidos nessa sondagem. E afinal descobriu-se agora que estavam incorrectos. Na verdade,  70% dos brasileiros discordam de que mulheres que usam roupas curtas mereçam ser atacadas. Enfim, existe na mesma machismo no Brasil, tal como noutros países, mas talvez nao seja assim tao grande como querem fazer crer. Pelo menos estatisticamente. Pessoalmente so fico com pena de nao ter tido o discernimento necessário para duvidar do resultado falso da sondagem e de ter induzido em erro as leitoras e leitores do blog. Peço por isso minhas desculpas, ressalvando porém que também eu fui enganado.

Anúncios

5 thoughts on “Brasil: Existe machismo sim mas a sondagem estava errada!

  1. Salam, Bruno!

    ótimo post! Mas não se culpe pelo erro, pois quem errou foi o instituto que fez a pesquisa. Aliás, esse instituto deveria ter preciosa atenção, eis que causou muita confusão, discórdia nas redes sociais.
    Boa semana!

    Gostar

  2. Oi, Bruno!
    Vivendo a 50 anos num canto do Brasil, apenas tenho conhecimento de um caso de violação feminina dentre meus convíveres próximos. A mulher a que me refiro foi violada nas imediações de uma grande cidade: Campinas. E levou o bandido à cadeia.
    Sabemos que nem todos os casos de estupro são denunciados ou comentados, contudo a mentalidade mudou, e as mulheres não têm tanto medo do estigma, procuram por justiça.
    Claro que certos homens daqui são machistas, como em qualquer país, todavia crescem acostumados a conviver com suas próprias mães, irmãs e afins, usando pouca roupa. Até mesmo professoras jovens vestem mini-saia durante as aulas.
    No seu caso, não havia como desconfiar da sondagem, pois o Brasil mostrado aí fora é apenas aquele das grandes capitais e de grandes eventos.
    Quem sabe um dia você não aparece por essas bandas?
    Um abraço.

    Gostar

  3. Ola

    Quando falei em machismo, nao falei propriamente em violações mas naquela tendência de “mulher nao pode sair de casa quando quer e como quer” e que esta muito apegada aos países latinos europeus. Embora ha cada vez menos machismo na Europa do sul e muito ainda noutras partes do mundo. No Brasil, penso eu que é um pouco como os países latinos do sul europeu. Ha um pouco de machismo mas também muito de liberalismo feminino o que mostra uma evolução das mentalidades e uma busca pela igualdade entre homem e mulher.
    Nao percebi a parte de usarem pouca roupa. Quer dizer que o machismo tem origem no facto de crescerem acostumados a verem mulheres com pouca roupa ou que apesar disso, nao ha tanto machismo como se pensa que ha?
    E ja agora o Brasil mostrado aqui é também as praias e a Amazónia. O interior também aparece mas nao tanto.

    Gostar

  4. A questão da pouca roupa diz respeito à enquete em si: “mulheres com roupa curta merecem ser atacadas”.
    Se um “doente” ataca uma mulher, no caso do Brasil, não creio que a roupa em si faça tanta diferença, senão aquelas com jeans estariam isentas.
    Até mais.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s