Relatório sem novidades mas sempre importante!

Oxfam: 1% da população detém quase metade da riqueza global – Research – Jornal de Negócios

       A OXFAM concluiu que a distancia entre ricos e pobres esta a aumentar e que 1% dos mais ricos detêm metade da riqueza mundial. Nada de novo e que nos faz sempre pensar em escândalo. Outra coisa nao se pode pensar quando vemos um mundo onde muito poucos têm tanto e tantos nao têm nada. Mas como é possível que tenhamos chegado a este ponto quando vivemos numa época onde já nao ha desculpa para a ma distribuição dos recursos? Quando se vive num mundo onde o conhecimento e a informação estao à disposição de uma forma muito mais fácil, quando a globalização dos meios de comunicação nao deixam ninguém indiferentes e quando o trabalho das ONG’s tem alertado ha muito tempo para os perigos deste distanciamento, como é possível que a situação entre ricos e pobres nao tenha melhorado? Bom talvez porque muitos dos super-ricos sao originários de países pouco desenvolvidos ou com um regime político pouco ou nada democrático e onde aproveitam de condições imorais e da protecção política para enriquecer. Basta ver o exemplo da Russia onde a classe média tem sido “destruída” em nome de uma oligarquia cada vez mais influente e que vai enriquecendo cada vez mais.  Isto até pode acontecer nos países democráticos mas a diferença é que neste caso ha uma maior vigilância por parte da sociedade civil e da justiça. O próprio papel da classe política e dos ricos depende das mentalidades dos países onde vivem. Isto porque é mais fácil encontrar corrupção e riqueza ilícita em países do sul da Europa do que no norte e no entanto todos pertencem ao grupo de países industrializados.
     Depois talvez que o consumismo exagerado ligado a um capitalismo selvagem e à alienação politica também contribua para esta situação. Daquilo que eu vejo, vejo um mundo onde se consome cada vez mais (o que é bom para a economia) mas sem consciência. Quando vejo muitos jovens a gastar os seus dias em visitas ao shopping e sem interesse pela política e pelo que se passa no mundo nao é de espantar que os ricos aproveitem esta distracção. E quando se interessam caem muitas vezes na falsa propaganda e na mentira (basta ver os exemplos na internet) mas isso é já uma outra historia. O consumismo nao é um mal em si; o mal é quando se transforma num poder que vai crescendo cada vez mais e vai roubando as poucas possibilidades de felicidade do povo. Por isso se fala em consumir de forma responsável. Nao é preciso ter o ultimo modelo de telemovel para se ser feliz.
     A população mundial tem aumentado e por conseguinte as necessidades desta. Ora nao se pode ver de uma forma optimista o futuro quando a procura é cada vez maior e a oferta esta cada vez pior. Nao porque é insuficiente mas porque é muito mal distribuída como alias escrevi no inicio. Para que as coisas melhorem é preciso que a classe política tenha a coragem de retomar o poder e nao se deixe levar pela tirania do dinheiro. Neste momento até nos países democráticos assiste-se a uma submissão do poder político ao económico, muitas vezes caindo na ilegalidade e isso nao pode continuar. Obviamente que nos regimes nao-democráticos nao se pode pedir ao poder político para ajudar o povo porque ele próprio faz parte do esquema ilegal do enriquecimento da classe mais endinheirada. Torna-se necessário expulsar  a corrupção e ao mesmo tempo expulsar a cupidez desmesurada porque senão a tentação vai continuar a pairar sempre como um fantasma sobre as nossas cabeças.
     Como escrevi no titulo, este relatório da OXFAM nao traz novidades, visto que já todos sabemos desde ha muito tempo este problema. O mal é que os números sao cada vez piores e o alarme nao para de soar. Muitos dos ricos nao querem ouvi-lo e os outros nao o ouvem porque sao distraídos pelos ricos e por vezes por uma classe política corrompida.

     

Anúncios

2 thoughts on “Relatório sem novidades mas sempre importante!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s