Judite Teixeira – poetisa contra tabus absurdos.

        Descobri esta escritora, por acaso, a alguns dias numa revista. Nunca tinha ouvido falar dela e penso que muita gente também nao. O facto nao é de espantar visto nao ser um vulto da literatura e nao ser ensinada na escola. Mas mais do que o seu dom para as letras (ao que parece nao muito bom) foi o seu caracter feminista, rebelde e avançado para a época que me fez publicar este artigo sobre ela. De facto, Judite Teixeira foi uma mulher que nao cabia no espaço conservador da época, tendo sofrido por causa disso.
        Nasceu a 25 de janeiro de 1880 em Viseu e morreu a 17 de maio de 1959 em Lisboa. Publicou quatro livros. Um deles, “Decadência” (1923) foi apreendido e mandado queimar pelo Governo Civil de Lisboa na sequência de uma campanha liderada pela conservadora Liga de Acção dos Estudantes de Lisboa contra “os artistas decadentes, os poetas de Sodoma, os editores, autores e vendedores de livros imorais.” De facto e de acordo com a sua biografia no wikipédia, “devido à tematica lésbica de alguns dos seus poemas, foi atacada violentamente na imprensa conservadora e moralista pelas “vergonhas sexuais” e “versalhadas ignóbeis” que escrevia. Na revista pro-fascista Ordem Nova em 1926, Marcello Caetano referiu-se ao seu livro Decadência como sendo da autoria “duma desavergonhada Judite Teixeira, regozijando-se que os seus livros tivessem sido apreendidos e queimados em 1923.”
        Depois de ler isto e saber a historia desta mulher, decidi que tinha de falar dela no meu blog. Contra o conservadorismo absurdo da época, Judite Teixeira teve a coragem de quebrar com tabus ligados à sexualidade e que no entanto deviam ser vistos nao como tal, mas como algo normal na vida. Se hoje em dia, ainda ha gente que nao aceita o lesbianismo ou a homossexualidade, imagine-se o que seria naquele tempo onde a moral religiosa dominava a sociedade. Moral que no entanto, era tantas vezes cheia de hipocrisia. Judite Teixeira remou contra isso e tornou-se pioneira dos direitos LGBT em Portugal. Por isso o titulo do artigo e por isso a minha homenagem a esta mulher de grande coragem. 
    Deixo aqui um poema da sua autoria:
Sinfonia Hibernal


Adoro o Inverno.
Envolvo-me assim mais no teu carinho
Friorenta e louca
Nascem-me na alma os beijos
Que se vão aninhar na tua boca!

Gosto da neve a diluir-se ao sol
Em risos de cristal!
Vem-me turbar a ânsia do teu rogo
E a neve fulgente
Dos meus dentes trémulos
Vai fundir-se na taça ardente,
Rubra e original
Na qual eu bebo os teus beijos em fogo!

Tu adormentas a minha dor na doce sombra dos teus cabelos,
E eu envolvo-me toda nos teus braços
Para dormir e sonhar!
– Lá for a que não deixe de chover,
E o vento que não deixe de clamar!

Deixá-lo gritar!
Que importa o seu clamor,
Se me abrasa o teu olhar
Vivíssimo?!
Ateia, meu amor, o fogo em que me exalto
– Enrola-me mais
Ainda mais no teu afago;
Que esta alegria do nosso amor
Suavíssimo,
Será mais forte e gritará mais alto! 

                           Blog Europa dedicado a Judite Teixeira

Anúncios

4 thoughts on “Judite Teixeira – poetisa contra tabus absurdos.

  1. Boa noite, Bruno! Você está bem?

    Gostei de conhecer a portuguesa Judite… em seu poema suavíssimo. Até pude sentir a neve lá fora, tamanha expressão das palavras.
    Possivelmente não foi considerada um vulto literário devido ao prejulgamento da época.

    Um abraço.

    Gostar

  2. Ola.

    Sim esta tudo bem e consigo?

    Ainda bem que gostou de conhecer esta poetisa. Quanto ao resto é possivel, embora havia escritores de renome que a consideravam uma grande poetisa e outros nao portanto nao se pode dizer que tenha sido so o prejulgamento da época a julga-la.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s