Os Papas portugueses.

       Embora oficialmente so tenha havido um Papa português, resolvi por o titulo no plural porque além  de João XXI, houve um outro Papa que pode-se considerar como português por ter nascido em território nacional. Embora na altura ainda nao existisse o pais chamado Portugal. O seu nome foi Dâmaso I.

Sao Dâmaso I

     Nasceu no ano de 305 no entao império romano em Guimarães ou Idanha-a-Velha. Para chegar a Papa teve de enfrentar o seu opositor Ursino em violentas e terríveis batalhas durante 2 anos. Foi eleito a 1 de outubro de 366 e em 378 teve de ir a tribunal, acusado de assassinato por causa dessas mesmas batalhas. No entanto, contando com o apoio do imperador romano Valentiniano I foi absolvido enquanto que Ursino era desterrado. 
      Durante o seu papado, defendeu a Igreja de Roma contra eventuais cismas, enviando legados ao Primeiro Concilio de Constantinopla. Também encomendou a Jeronimo de Stridon uma revisão da versão latina da Bíblia que seria conhecida como Vulgata Latina, uma das mais importantes traduções bíblicas de sempre. Foi também o primeiro Papa a usar o anel de pescador que ao contrario do que se passa hoje, era passado de Papa em Papa. No ano de 384 terminou o seu pontificado. (1)

   

      Alguns séculos mais tarde e no ano de 1276 foi eleito o papa João XXI, de seu nome verdadeiro Pedro Juliao, embora fosse mais conhecido por Pedro Hispano. Nasceu em Lisboa em data incerta e foi um dos mais importantes médico, filosofo, professor e matemático daquele tempo. Entre as suas obras destaca-se a Sumulae Logicales que foi manual de referência sobre lógica aristotélica na Europa durante mais de 300 anos, com mais de 260 edições e ainda Oculo que foi um tratado de oftalmologia que foi muito difundido nas universidades europeias. Quando o mestre Miguel Angelo adoece gravemente dos olhos devido ao trabalho da capela Sistina, curar-se-a devido a um medicamento de João XXI. 
     Durante o seu pontificado tenta unir as Igrejas grega e a do ocidente, embora sem sucesso e também tenta expulsar os turcos da Terra Santa. Ao mesmo tempo tenta também unir os grandes países europeus como França, Alemanha ou Castela dentro do espirito de unidade crista. Mas aqui também falha. Dotado de grande simplicidade recebe tanto ricos como pobres e é mecenas de artistas e estudantes. Dante faz dele o único Papa que aparece na sua Divina Comédia e o rei Afonso X de Leao e Castela, elogia-o na canção Paraíso. O seu pontificado foi curto. Durou pouco mais de 8 meses, tendo falecido em Viterbo devido ao desmoronamento do tecto dos seus aposentos que estava em obras. Encontra-se sepultado na mesma cidade. (2)
(1) Ler mais em Dâmaso I
(2) Ler mais em João XXI
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s