Essas meninas lutadoras!

          Comemora-se hoje o dia mundial das meninas com a intenção de “reconhecer os seus direitos e os desafios impares que elas enfrentam em todo o mundo”. Um desses desafios é o casamento infantil que é alias o tema deste ano, mais precisamente: “Acabar com o casamento infantil.” Através de dados da UNICEF, sabe-se que todos os anos, dez milhões de meninas sao obrigadas a casarem-se antes dos 18 anos, 90% das maes adolescentes entre os 15 e os 19 anos sao casadas e estima-se que uma em cada três jovens, hoje com idade entre os 20 e 24 anos, foi obrigada a casar-se ainda antes dos 15.
         Sao números que fazem pensar e concluir que ha muitas meninas no mundo que nao sabem o que é brincar, o que é ter um desenvolvimento normal da personalidade e que ficam mulheres demasiado cedo. Em muitos casos, sao apenas moeda de troca e nao têm o amor familiar de que tanto precisam nestas idades. Tiveram o “azar” de nao nascerem rapazes e por isso nao têm a vida a que deviam ter direito! No fundo acabam por nunca serem crianças porque nunca passaram por isso.
       Mas neste dia das meninas e além de chamar a atenção para este problema pois esse é o tema, decidi comemora-lo duma outra forma, prestando homenagem a algumas que lutam por um mundo melhor, principalmente para as crianças:

Nojoud Ali. Aos dez anos foi a primeira menina a obter um divorcio no Yemen.
Para saber mais: Nojoud Ali
Malala Yousafzai. Menina paquistanesa de 14 anos que ganhou notoriedade por denunciar os crimes dos talibans. Encontra-se actualmente hospitalizada depois de ter sido vitima de um ataque destes. Para saber mais: Malala Yousafzai – An inspirational child! 
Nadia Farjood. Norte-americana, criou aos 17 anos uma organização para ajudar mulheres e desenvolveu uma caminhada de angariação de fundos para jovens raparigas e mulheres com problemas de subsistência. Para saber mais: Nadia Farjood On Life as a Young Leader.
Ananya Srimani. Indiana, tem demonstrado grande activismo pela protecção do meio ambiente, principalmente pelo fim do uso de plásticos nas escolas. Para saber mais: Making a difference.
   Escolhi apenas estas quatro porque, nestas idades, nao deve haver muitas meninas que tenham um papel muito activo no mundo. No entanto, é importante dizer que ha milhares de heroínas anonimas pelo mundo. Todas aquelas que lutam contra os casamentos forçados, contra a excisao, por uma melhor educação, que defendem os direitos das crianças e que apesar da sua fragilidade aparente, têm dentro de si montanhas de coragem. Esperemos que a força delas seja parte integrante do futuro!
   Para saber mais sobre este dia visite: International Day of the Girl Child
Anúncios

2 thoughts on “Essas meninas lutadoras!

  1. Salam, escriba!

    parabéns pela iniciativa de escrever sobre as meninas. Um dia você será um pai muito carinhoso e sua filha deverá ser muito feliz!

    Sobre a Nojoud, penso que a sorte a ajudou também, pois encontrou uma jurista que a acolheu e auxiliou no divórcio.
    Já a nossa Malala, que Allah a faça viver longos anos!, tem a coragem e a nobreza de uma verdadeira muçulmana, pois um repórter perguntou para ela, o que ela faria se fosse presidente do Paquistão, como ela lidaria com os Talibãs. Ela respondeu que os chamaria para dialogar e mostraria no Alcorão que eles estão errados, pois Allah ama a mulher da mesma forma que o homem. O repórter pensou que ela não tinha entendido bem a pergunta em inglês e repetiu a questão, mas ela deu a mesma resposta.
    Penso que os líderes muçulmanos deveriam se manifestar e fazer algo mais “real”, irem até o Paquistão e ensinarem o Alcorão a esses homens talibãs, que só aprenderam a odiar.
    É uma pena, pois em todo lugar onde há miséria, o mal recruta os jovens órfãos de amor. Aqui no Rio não é diferente, pois o tráfico de drogas faz com que jovens manifestem o pior que existe dentro deles.
    Insh´Allah haja mais corajosos e esperançosos nesse mundo!

    Gostar

  2. Ola

    “O mal recruta os jovens órfãos de amor” porque penso que o dinheiro joga muito ai. Muitos desses jovens anseiam a riqueza e uma boa vida e sao facilmente aliciados por promessas. Acabam por ir pelo caminho da mentira à procura do eldorado.
    Quanto a eu ser pai, por favor, nao diga asneiras!

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s