Acabar com a RTP2? Nunca!

        E assim continua a estupidificaçao do povo português. O governo, por falta de visão e por um exagero de descaramento continua a cortar em tudo o que é cultura, que alias é sempre a parte sacrificada, quando se trata de cortar nos gastos. Enfim! Fosse este, ou qualquer outro governo, tao expedito a cortar nos salários abusivos, nas regalias sem nexo e nas administrações incompetentes e a poupança seria muito maior; mas claro, ha que ajudar os amigos e salvaguardar os ganhos elevadíssimos e imerecidos. O facto é que é caso para perguntar: este governo tem consciência do que anda a fazer? isto é, agora aquela faixa populacional que gosta de ver bons programas, bons filmes, boas reportagens, (enfim uma programação de qualidade como so a RTP2 tem), nao tem direito a ver televisão? Ha que lembrar que em Portugal so existem quatro canais em sinal aberto e que desses quatro, apenas a RTP2 tem uma programação com elevados padrões de qualidade e quanto aos privados, é a invasão do lixo nas nossas casas com a eterna e irracional desculpa de que é o que o povo quer. De realçar também que apesar do aparecimento de novas plataformas como a internet, a tv cabo ou a TDT, ainda ha muita gente que so tem acesso a estes quatro canais. Ja agora, no caso da TDT é outro roubo escandaloso onde apesar de ter havido a possibilidade de haver mais canais para serem vistos, na verdade continuam a ser os mesmos quatro que o povo pode ver. Mas voltando ao caso da RTP2, trata-se de um exemplo perfeito de sacrificar o interesse geral em nome do dinheiro, do vil metal que escraviza essas mentalidades, muitas vezes com resultados contrários ao desejado. Podiam cortar e poupar em tanta coisa mas preferem continuar a desrespeitar os cidadãos. Mas comparemos com o caso francês. Na França, a TF1 que era um canal publico, foi privatizada em 1987, nao sei se melhorou ou piorou na sua qualidade, mas nao se deve ter notado grande diferença porque na França além deste canal, existem mais 5 ou 6 em sinal aberto com programações que chegam a todos os estratos da população e ai é que esta a grande diferença. Enquanto que em Portugal querem acabar com a RTP2, na França existem pelo menos três ou quatro canais públicos e do mesmo género em sinal aberto, como por exemplo a FRANCE 4, a FRANCE 5 e a ARTE TV. Isto sem contar os canais em sinal fechado como o HISTORIA ou o NATIONAL GEOGRAPHIC. E apesar disso, para os  que gostam de canais tipo TVI, na França também nao falta, como o M6, o W9 ou o DIRECT8. Depois ainda existem canais mais específicos como musicais, regionais, políticos, etc. Tudo isto pode ser visto na TNT ( o equivalente da TDT em Portugal) e portanto a possibilidade de escolha é enorme. E mais uma vez, devo lembrar, que quase todos os exemplos que dei, foram de canais em sinal aberto. Se fosse, a contar com a oferta dos canais fechados, então seria muito maior. O principal problema em Portugal, e que nao é so na televisão, é que muitos empresários privados pensam que vao lucrar muito ao dar aquilo que eles pensam que as pessoas gostam mas isso é uma falácia pois nao é cem por cento da população que gosta de telenovelas, concursos ou programas de variedades com entrevistas exploradoras de sentimentos e também o povo so gosta de algo, se nao houver alternativa. Quando apareceram os canais privados em Portugal, houve grande contentamento, porque cortava-se um pouco com a pasmaceira dos canais públicos. Naquele tempo, pra quem nao tinha a parabólica ou a sorte de “apanhar” os canais espanhóis, estava condenado a ver sempre as RTP’s sem grande possibilidade de escolha. Por isso, o nascimento dos canais privados, foi na altura bem visto. Mas o que é que eles trouxeram? Uma programação baseada na obtenção fácil do lucro e onde o mais importante é a maximizar as audiências, nem que seja com mentiras, reportagens sensacionalistas e outras coisas do género. Assim, em vez de trazer mais qualidade, como previsto, por causa da concorrência, os canais privados nivelaram-na por baixo, fazendo da televisão em Portugal, quase uma desgraça. Por isso é um erro enorme, privatizar a RTP e acabar com a RTP2. Imaginam uma nova TVI ou SIC no horizonte? Pois, é o mais provável. Isto sem falar na hipótese espantosa de mesmo depois de privatizada, o contribuinte continuar a pagar a taxa através da factura da electricidade.
     No fundo é como se numa biblioteca so houvessem de um lado livros de Corin Tellado,  Margarida Rebelo Pinto ou Paulo Coelho e do outro autores como Gabriel Garcia Marquez, Mia Couto ou Paul Auster e o que o governo pretende fazer é fechar esta secção para deixar so a primeira.

Anúncios

2 thoughts on “Acabar com a RTP2? Nunca!

  1. Oi Bruno!
    Partilho de sua preocupação. Meus aluninhos permanecem diversas horas em frente à TV; o governo, por vez, perde aí tempo precioso em que poderia fornecer-lhe cultura e educação.
    Temos alguns canais educativos (chamados por cá), todavia a avalanche de opções daqueles canais comerciais os leva a programas totalmente inadequados; deseduca-os.
    Meus respeitos a ti,
    Cri.

    Gostar

  2. Ola.

    De facto preocupa-me estas novas gerações tao influenciadas pelo consumismo selvagem e que parecem nao terem ideia do que estão a perder. Dito isto, tenho a dizer que também nao sou santo, pois que passo horas na internet. Mas felizmente que sou duma geração que aprendeu o gosto pela leitura e apesar de ler menos agora, ela ainda ocupa um lugar importante na minha vida. E é isso que faz falta agora. Quanto à televisão brasileira eu confesso que nao conheço quase nada. Ja ouvi falar em alguns canais, mas a ideia geral que se tem aqui da televisão dai é que é so novelas a toda a hora. Eu aqui em casa so tenho um canal que é a Record Internacional e que nunca vejo pois que nao aguentei o sensacionalismo das noticias.
    Um abraço e meus respeitos a si também.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s