Que juventude é esta?

Os jovens são por condição solidários? Em Portugal pelos vistos já não é assim – Sociedade – PUBLICO.PT

Uma das ideias que me levou à criação deste blogue foi lutar contra o pessimismo em Portugal e esta noticia mostra que tive razão em fazer disso um objectivo. O povo português foi sempre um povo pessimista, queixoso do presente e sem esperanças no futuro. E nos últimos tempos este pessimismo tem sido ainda mais grave o que por um lado se compreende devido à crise que o pais atravessa actualmente. No entanto e também pela mesma razão nao é fácil de ver a razão de ver um pessimismo tao doentio visto que devia ser precisamente nos tempos de crise que o povo devia lutar mais e acreditar mais na força de ultrapassar as dificuldades de forma a que as dificuldades actuais fiquem para trás o mais rápido possível. No entanto e apesar de acreditar que Portugal tem um futuro positivo, por vezes pergunto-me se vale a pena acreditar num optimismo que esbarra contra noticias que parecem mostrar a inevitabilidade de um Portugal sem rumo e sem esperança como a do link acima. Porque se a juventude esta assim entao sera mesmo de acreditar no futuro? Chegamos a um ponto de grandes transformações e a sociedade portuguesa daqui a alguns anos nao sera igual à geração de alguns anos atras. Além da crise económica esta a haver uma crise social mas o poder político parece esquecer isso e além de talvez nao conseguir resolver a primeira vai fazer piorar a segunda. Na noticia diz que os jovens actuais sao mais egoístas e menos solidários e infelizmente isto nao é de espantar porque vivemos numa sociedade muito consumista onde o dinheiro e os valores materiais contam como principal objectivo para muita gente. Hoje quando olho para a juventude dos anos 80 e 90 vejo que era mais pobre, mais ingénua e com menos oportunidades de enriquecimento cultural do que a geração actual mas apesar disso notava-se uma maior solidariedade, mais alegria e nada prova de que os jovens de hoje estejam mais e melhor informados do que os jovens desse tempo. Alias em certos aspectos parece o contrario. Havia uma esperança pós-25 de abril que foi desaparecendo ao longo do tempo e que foi sendo substituída por um pessimismo quase imperceptível ao inicio mas que agora faz parte de todas as estatísticas que aparecem por ai. E no entanto foi a crise social provocada por uma queda dos valores humanos que provocou a crise económica. Esta crise de valores humanos nasceu de um tempo de abundância onde as pessoas acreditavam que o pais tinha encontrado o rumo certo e que nada o impediria de atingir um desenvolvimento elevado. Ora a ingenuidade paga-se caro e o consumismo desenfreado, os erros de governação, o viver acima das possibilidades fizeram os jovens da época entrar num mundo de sonho do qual começam agora a sair de forma abrupta. Claro que a crise actual nao se deve so a causas internas e alias ela provém mais de causas externas mas nao se pode estar à espera que venham milagres do exterior. Se muita da crise actual vem de fora, a solução tem de vir mais de dentro porque é o nosso pais que esta em causa. Infelizmente quando se olha para a juventude actual vê-se um sentimento de abandono, um mundo sem valores e onde a maior parte parece estar entregue à ignorância e à ma informação. A juventude actual vive cercada pelos centros comerciais, pelo poder corrupto e que contribui muito para o pessimismo actual e por um sentimento em que as mudanças parecem ser sempre para pior. Ora o futuro de um pais nao pode ter alicerces numa geração que se preocupa mais com a ultima moda e os últimos êxitos artísticos do que em procurar soluções para o próprio futuro dela.
O mundo actual obriga a mudanças quer queiramos quer nao mas isso nao quer dizer que sejamos obrigados a acabar com o melhor que temos. Infelizmente a austeridade actual embora necessária em parte nao pode ultrapassar um certo exagero na sua concepção. Isto porque austeridade a mais vai levar a mais desigualdade, menos optimismo, mais egoísmo e menos solidariedade. O que pode acontecer é ver no futuro um Portugal transformado numa Inglaterra onde o capitalismo selvagem e o liberalismo económico levam a uma desigualdade enorme e portanto quase que se pode dizer que é um estado da selva e isto pode levar a um Portugal transformado num Brasil, no pior que este tem com aumento da criminalidade e da corrupção. Por isso eu fiz este blogue. Infelizmente poucos sao os que se apercebem que o tempo avança e por isso tem-se de acreditar e lutar para que nao se acorde para a realidade tarde demais.
Anúncios

One thought on “Que juventude é esta?

  1. Salam, Bruno!
    Há um link para uma postagem sobre a Síria em inglês que não vai até o seu blog, ainda aparece no meu blog, não mudou para esse post mais recente, estranho não? deve mudar mais tarde…coisas do blogspot.

    Sobre o tema de seu texto acima, certamente Portugal deve ter cuidado mesmo em não se tornar um país corrupto igual ao Brasil; no momento, há até um estado de guerra na cidade de Salvador e arredores, devido a greve dos policiais militares. Dinheiro para salvar bancos existe, mas para aumentar o salário de profissionais essenciais para a sociedade, não há.
    Um caos!!!

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s