A ignorância política e a culpa dos políticos.

Portugueses mais descontentes com a democracia – Politica – DN

Uma noticia destas é para fazer reflectir e pensar sobre o que se esta a passar em Portugal, sobre o passado que nos trouxe a este presente e sobre o futuro do pais que é consequência do tempo actual. Mas uma grande parte da população nao se interessa por estas coisas. E isso é uma das razoes para que haja mais portugueses descontentes com a democracia. As pessoas pensam no imediato, querem saber coisas como se vao manter o emprego, se vao ter dinheiro ao fim do mês para pagar as contas e outras preocupações do género o que é perfeitamente normal, mas a maioria nao pensa sobre o como chegamos a este estado. No fundo Portugal sofre de uma ignorância política grave o que faz com que por exemplo hajam comentários nos jornais que demonstram muito bem um desconhecimento profundo das causas políticas. Depois do 25 de Abril pensou-se que a democracia e a prosperidade seriam imediatas mas as pessoas esquecem-se que nao é assim. Ao contrario de uma ditadura onde tudo é controlado em todos os sentidos, a democracia precisa de um alto grau de responsabilidade porque vive-se em liberdade. Numa ditadura tudo é ordem porque é como uma prisão! Mas num regime totalitário so pode haver um tipo de prosperidade (a económica) e esta quase sempre so beneficia as classes mais ricas, enquanto que numa democracia é possível haver prosperidade económica e social. Mas se é assim o que falhou em Portugal? Além de um desinteresse nefasto do povo pela política que so prejudica o próprio povo ha também que responsabilizar a própria classe política. Porque de facto o desinteresse de muitas pessoas pela política também é provocado pelas mesquinhas guerras políticas, pelas promessas sem rumo, pela corrupção que mina esferas da alta sociedade. Ora o povo cansa-se de ver sempre os mesmos a ganharem, de passarem sempre pelas mesmas dificuldades, de acreditar nos valores da democracia porque depois de tanta esperança vêm que afinal esta como estava ha 20 ou 25 anos atras. Mas a solução nao é uma mudança de sistema ou um regresso ao passado como muitos pedem mas uma melhoria do sistema actual. Também é preciso falar de um outro tipo de controlo. O controlo da comunicação social. Repare-se na programação da maior parte dos canais de televisão: programas sem conteúdo, apenas para distrair, sem outro objectivo que nao seja desviar o povo dos problemas importantes. Ora a quem aproveita este tipo de programas? Aos políticos que têm na televisão uma aliada de peso. O povo português infelizmente vive muito de distracções mas quem tira proveito sao os corruptos, os incompetentes, os mafiosos que prosperam onde nao deviam. Se se informassem melhor as pessoas veriam que o problema nao esta na democracia em si mas na forma como ela esta a ser construída em Portugal. Duma forma ameaçadora, perigosa porque pode pender para um lado mais autoritário. Felizmente que nos tempos actuais é completamente impossível o reaparecimento da ditadura em Portugal.
O povo nao pode continuar a pensar como se a política fosse algo externo a ele, como se fosse um mundo à parte porque isso é precisamente o que muitos políticos querem. O povo tem de participar mais e melhor porque a democracia é isso mesmo e nao um ganho so para alguns.
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s