D. Pedro V de Portugal

     Comemora-se hoje o nascimento do rei D. Pedro V. Nao tenciono neste pequeno artigo fazer um retrato da vida dele nem tecer opiniões sobre qual o melhor regime político, se a monarquia ou a republica. Primeiro porque sobre a sua vida é facil encontrar na internet ou em livros de historia e segundo porque na minha opinião o mais importante é que haja democracia pouco importando se o chefe de Estado é um rei ou presidente. Nao sao a Inglaterra, Espanha ou Suécia democracias? Mas isso sao discussões que nao penso que sejam importantes e que nao vêm agora ao caso.
     O que eu tenciono transmitir é apenas umas poucas considerações pessoais sobre este rei e o seu papel na Historia de Portugal. Antes de mais a primeira vez e ao mesmo tempo primeira imagem que quase de certeza a maior parte dos que têm agora entre 30 e 40 anos viram dele foi nas notas de 1000 escudos que circularam na primeira metade dos anos 80 do seculo passado em Portugal. Na mesma nota e na parte de trás aparecia além do seu retrato, o retrato da princesa D. Estêfania e a imagem de um comboio com muita gente diante dele e um bispo. Ora essa imagem deu-me o primeiro ensinamento sobre o reinado de D. Pedro V. O que ela representava era a inauguração da primeira linha de caminho-de-ferro entre Lisboa e Carregado em 1856. E portanto so isto já chegava para colocar este reinado na Historia mas ele nao ficaria por aqui. Consciente da necessidade de modernizar o pais D. Pedro V incentiva à realização de mais reformas a saber: em 1855 a inauguração do primeiro telegrafo eléctrico do pais, inicio das viagens regulares em navio entre Portugal e Angola, criação do curso superior de letras em 1859 e introdução do sistema métrico em Portugal. Além disto tudo D. Pedro V foi um lutador contra a escravatura e tudo fez para reconciliar o povo com a casa real. E conseguiu? Morreu muito novo com apenas 24 anos e teve dois cognomes que mostram bem o que o povo pensava dele: O esperançoso e o Bem-Amado. Penso que estes dois cognomes respondem à pergunta anterior. E portanto o que posso  concluir é que o rei D. Pedro V foi dos melhores reis da Historia de Portugal. Infelizmente o seu reinado foi muito curto e aquilo que ele fez foi muito tendo em conta os poucos anos em que foi rei mas foi pouco tendo em conta aquilo que o seu reinado poderia ter sido se tivesse sido mais longo. A esperança acabou cedo demais e como noutras épocas da nossa historia perdeu-se a oportunidade de ter um pais muito melhor e uma sociedade muito mais desenvolvida. Fica sempre esta questão: o que seria de Portugal hoje se o reinado de D. Pedro V fosse mais longo do que foi?

Anúncios

2 thoughts on “D. Pedro V de Portugal

  1. Muito bom. Sou numismata e adquirir a cédula de 1000 escudos. procurando biografia de D. pedro V gostei desta síntese.

    Obrigado,

    Luiz Tarcísio
    Maceió-Alagoas- Brasil

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s