O absurdo da violência

 
  
      
      A mulher que aparece nesta fotografia é de nacionalidade romena e vivia em Itália. Não sei se nasceu la ou se era imigrante mas sendo estrangeira, tinha ido em busca do sonho de uma vida melhor que o seu pais não dava. E não parecia estar a sair-se mal. Era enfermeira.  O seu sonho acabou ontem num hospital de Roma, vitima de um acto absurdo e estúpido que independentemente de ser propositado ou não, fez com que  ficasse em estado de coma e ontem passado uma semana, falecesse. Chamava-se Maricica Hahaianula e tinha 32 anos. No link abaixo é possível ler a noticia e ver a agressão em vídeo. 
      A primeira coisa em que pensamos é como foi possível acontecer uma coisa destas? Como foi possível que a vida de uma pessoa tivesse acabado por causa de um motivo tão fútil? Se a violência não tem razão de ser, em alguns casos atinge o cumulo do irracional. Não se pode desculpar o jovem agressor por talvez se ter enganado na força do acto, não se pode culpar a enfermeira por ter ido falar com o jovem. Este nunca devia ter respondido da forma que fez. Ela se calhar não devia ter ido pedir explicações. Mas como podia ela adivinhar que estava diante de alguém com uma historia de violência passada? Talvez o rapaz não tivesse a intenção de fazer o que fez mas quando as pessoas não pensam sai asneira. Ele não pensou, não reflectiu, achou que tinha razão e acabou por provocar a morte da romena. Era necessário uma coisa destas?
     Também chamo a atenção para outra coisa e que escandalizou os italianos. O facto de pessoas terem passado e não terem prestado assistência. Neste caso o vídeo é um exemplo perfeito de algo que esta cada vez mais visível na sociedade ocidental. O egoísmo e o desinteresse pelo próximo. Vive-se cada vez mais num mundo materialista, as pessoas vão perdendo os valores de tolerância, amizade, solidariedade; os jovens amargurados, sem futuro, descarregam violência; o anormal normaliza-se e não é posto em causa mesmo quando as evidências são notórias. Nestes tempos difíceis a crise não é só económica ou financeira é também de valores. E precisamente quando era tão importante que houvesse mais sentido de entreajuda entre todos. Será utopia? Mesmo que seja continuaremos sempre a lutar para que seja realidade e actos estúpidos como este não se repitam. 

    http://aeiou.expresso.pt/discussao-por-causa-de-bilhete-de-metro-termina-em-morte=f609895

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s